Paris vista do alto, foto shutterstock

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas?

Amigos e seguidores me perguntam se é seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas, cada vez que uma tragédia ocorre por lá e ontem foi a vez da Espanha, com os ataques terroristas em Barcelona e Cambrils.

Os ataques terroristas em Barcelona e Cambrils na data de 17 de agosto de 2017 atingiram mais de cem pessoas.

Os ataques terroristas na Europa sucessivos atribuídos ao grupo Estado Islâmico aumentam os questionamentos sobre os níveis de segurança no continente para viajantes e moradores. Uma realidade que não tem data para terminar e que assusta o mundo a cada ocorrência.

Desde janeiro de 2015, mais de 10 atentados já atingiram a França, principal alvo em decorrência de suas operações militares no Oriente Médio e problemas sociais com a comunidade islâmica no país. Bruxelas, Berlim, Londres, Madri e Turquia também são alvos recorrentes.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.
É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas. a belíssima prefeitura de Bruxelas, na Grand Place, Bélgica
A belíssima prefeitura de Bruxelas, na Grand Place, Bélgica

Tanto o departamento de segurança do Reino Unido como o dos Estados Unidos alertam em seus portais na internet sobre o alto risco de ações terroristas do grupo extremista EI nas principais capitais europeias.

A recomendação é que os cuidados sejam redobrados e isso causa insegurança aos viajantes, que ficam na dúvida se devem ou não adiar uma viagem de lazer para a Europa no atual cenário.

Ataques terroristas em Barcelona e Cambrils

Ontem, dia 17 de agosto de 2017 às 16h50 horário local, uma van branca avançou sobre pedestres em La Rambla, a calçada mais famosa em Barcelona. Sempre lotada de turistas, La Rambla tem 1,2km de comprimento e tem calçadas largas, arborizadas e dezenas de edifícios históricos admiráveis.

A van atingiu mais de 13 pessoas e feriu mais de 100, fazendo vítimas de 18 nacionalidades: Alemanha, Argélia, Argentina, Austrália, Bélgica, China, Cuba, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália Macedônia, Peru, Romênia e Venezuela. O grupo Estado islâmico assumiu a autoria do ataque terrorista em Barcelona e Cambrils.

Cambrils é uma cidade de praia a 110km a sudoeste de Barcelona e a polícia conseguiu impedir uma tragédia maior. No entanto, seis pessoas foram feridas.

Viaje mais: Show de flamenco em Barcelona: Ópera y Flamenco

Las Ramblas, onde aconteceram os ataques terroristas em Barcelona. Foto: Angela Manta
La Rambla, onde aconteceram os ataques terroristas em Barcelona. Foto: Angela Manta
Las Ramblas, onde aconteceram os ataques terroristas em Barcelona. Foto: Angela Manta
La Rambla, num domingo de paz, onde aconteceram os ataques terroristas em Barcelona. Foto: Angela Manta
Os ataques terroristas de Barcelona não acabarão com a beleza da cidade. Foto: Angela Manta
Os ataques terroristas de Barcelona não acabarão com a beleza da cidade. Foto: Angela Manta
Ataques terroristas em Barcelona, Sagrada Família, A Camminare Blog de Viagem de Luxo, Adriana Lage
Sagrada Família,, principal atração da cidade onde aconteceram os ataques terroristas em Barcelona. Foto: Angela Manta

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Vamos aos números

Numa análise fria, estatísticas demostram que a probabilidade de um indivíduo morrer em virtude de um ataque desse porte é de 1 em 20 milhões. Esses dados foram levantados em estudo realizado pelo jornal americano Washington Post após os atentados em Paris e Saint-Denis em novembro de 2015.

Faço aqui uma comparação de dados com situações cotidianas. A probabilidade de um raio atingir um ser humano é de 1 em 10 milhões, por exemplo. Segundo dados da Unesco sobre violência, 116 brasileiros morrem diariamente em decorrência do disparo de arma de fogo.

Só encontrei uma estatística mais difícil de acontecer: ganhar o maior prêmio na mega-sena: apenas 1 pessoa se torna milionário em cada 50 milhões de sonhadores.

Especialistas em segurança tranquilizam a população e afirmam que a segurança continua reforçada nas principais cidades. Os governos compartilham dados de inteligência e mantêm o trabalho intensificado e esforços conjuntos para combater tais crimes.  Mais de 10 projetos de atentados foram interceptados a tempo na França desde janeiro de 2015, segundo informam as autoridades francesas.

Eles aconselham a todos os cidadãos a manter vigilância e seguir as orientações policiais quando solicitadas. Segundo o Departamento de Segurança do Reino Unido, 17 milhões de britânicos visitam a França anualmente. Dados constatam que as ocorrências de violência são mínimas, e que o principal incidente são os batedores de carteira.

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.
É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Palácio de Westminster, em Londres, onde ocorreram os ataques em março de 2017
Palácio de Westminster, onde ocorreram os ataques terroristas de Londres em março de 2017

O que fazer para se proteger dos ataques terroristas na Europa?

Além das precauções recomendadas acima, não há muito mais o que fazer para se prevenir, uma vez que as ações são imprevisíveis e randômicas, mas você pode tomar algumas atitudes para se proteger.

1. Ao contratar um seguro viagem, verifique as condições de cobertura para ataques terroristas, entregue seu plano de viagem a um familiar que não irá viajar.

2. Adquira um cartão pré-pago de internet para usar durante a viagem. Assim, você mantém seus familiares informados de sua localização.

3. Evite aglomerações: shows, concertos, festivais, jogos esportistas, shopping centers, aeroportos e estações de trem. Bom, esses dois últimos são mais difíceis de evitar, mas fique atento.

4. Inclua no roteiro mais cidades do interior europeu. Você se surpreenderá com as paisagens e cenários encontrados em pitorescos vilarejos pelo caminho.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.
É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Escolha o Interior da França, com estradas mais tranquilas
É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Interior da Suíça, para estradas mais tranquilas. Foto: Adriana Lage

Benefícios para quem vai à Europa

As vantagens de viajar para a Europa agora são grandes. Em virtude da queda de visitantes no velho continente, hotéis estão com ocupação baixa e, por isso, oferecem tarifas especiais.

Agências de turismo divulgam pacotes de viagem com promoções tentadoras, e lojas têm produtos em desconto.

Se você não se preocupa com a aglomeração, uma das grandes benesses de viajar para a Europa agora é a facilidade encontrada para agendar shows e eventos.

Sabe aquela mesa naquele restaurante superconcorrido que você precisaria reservar com seis meses de antecedência? Ficou mais fácil! Sem falar nas filas, aliás na falta de filas das grandes atrações.

Viaje mais: Dicas de viagem à Europa

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Detalhe da Basílica de Sacre-Coeur em Montmartre, Paris
Ataques terroristas em Paris não tiram a beleza da Basílica de Sacre-Coeur em Montmartre,

Quais são os destinos alternativos para fugir dos ataques terroristas na Europa?

Se mesmo assim você deseja viajar para a Europa e evitar esses países-alvo do terrorismo, a opção é conhecer países com baixo nível de ameaça. Portugal é um país lindo, está na moda, tem história riquíssima, paisagens de tirar o fôlego e gastronomia bárbara.

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Quinta da Regalera na cidade de Sintra, Portugal
É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Portugal é uma boa ideia. Quinta da Regalera na cidade de Sintra. Foto: Adriana Lage

Suíça, Mônaco, Polônia, Romênia e Montenegro também são ótimas sugestões, conforme o site do governo britânico, www.gov.uk/foreign-travel-advice.  Esta é uma excelente ferramenta que eu recomendo para consultar antes de qualquer viagem.

Ainda não confia que é seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Escolha outro continente. As Ilhas Caribenhas e os países latino-americanos apresentam baixo nível de ameaças terroristas (com exceção da Colômbia). Lembre-se, apenas, de levar repelente para não contrair o vírus Chikungunya, a febre-amarela ou a dengue.

Viaje mais: Cicmany, o vilarejo das casas rendadas na Eslováquia

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas? Alpes Suíços, para buscar o sossego
Viajar para a Europa: Alpes Suíços, para buscar o sossego. Foto: Adriana Lage

Um lembrete final: ameaças terroristas estão espalhadas por todo o mundo, inclusive países como Quênia, Indonésia, Tailândia, China, Austrália e Egito. E nem por isso eles deixam de receber turistas todos os anos. Eu ainda acredito no ditado popular que só o peru morre de véspera.

Luxor, Egito, na rota turística ao longo do Rio Nilo. É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas?
Luxor, Egito, na rota turística ao longo do Rio Nilo. Foto: Adriana Lage

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas?

Particularmente eu acredito que o Estado Islâmico alcança seu objetivo ao realizar cada atentado: divulgação. Penso que a imprensa mundial dá muita importância às ações terroristas e, assim, eles conseguem divulgar a palavra e a missão deles. A imprensa não divulga outros dados mais violentos que esses, os conflitos fronteiriços, as guerras civis e até mesmo as estatísticas de violência nas cidades, como as brasileiras.

Pense, repense e considere.

Boa viagem a todos!

Nota: este artigo foi originalmente escrito por Adriana Lage e uma versão mais compacta foi enviada como press-release e divulgada em vários canais da mídia brasileira. Foi editado após os ataques terroristas em Barcelona, em 17.08.17.

Ofertas especiais de hotéis na Europa

Aproveite estas ofertas na Europa. Reserve acima de R$ 1.000,00 através do link abaixo e ganhe 1h de consultoria de viagem ao vivo grátis com Adriana Lage para tirar todas as suas dúvidas de viagem.
Booking.com

Viaje aqui também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *