Iguarias asiáticas no Chá Oriental do hotel. Foto: Adriana Lage

Chá da tarde: os 7 melhores pelo mundo

O chá da tarde é uma tradição em muitos lugares e provar os melhores chás da tarde requer uma volta ao mundo. Oriundo do sudoeste da China e cercado de lendas, acredita-se que o chá exista há mais de 3500 anos, consumido com objetivo medicinal.

Somente séculos mais tarde quando passou a ser valorizado como bebida refrescante, foi difundido no Japão, Coreia e Vietnã.

Introduzidos por mercadores de Portugal no século XVI, o chá da tarde tornou-se uma instituição na Inglaterra quando a princesa portuguesa Catarina de Bragança, fã incondicional da bebida, casou-se com o Rei Carlos II, no século XVII. A partir de então o chá da tarde entrou definitivamente no cotidiano dos britânicos.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.
Mackwoods, uma das marcas de chá tradicionais do Sri Lanka. Foto: Adriana Lage
Mackwoods, uma das marcas de chá tradicionais do Sri Lanka. Foto: Adriana Lage

Os britânicos mais que rapidamente espalharam a produção das ervas na Índia e no Sri Lanka para acabar com o monopólio chinês. Assim, popularizaram o drink que hoje está inserido no cotidiano de residências, cafés e restaurantes em todo o mundo.

Leia mais dicas de viagem para o Sri Lanka.

Terraços de arbustos de chá no Sri Lanka; Foto: Adriana Lage
Terraços de arbustos de chá no Sri Lanka; Foto: Adriana Lage

Seja uma simples xícara com leite e biscoitinhos na casa da avó, uma cerimônia numa casa de chá tradicional chinesa ou um menu extenso de ervas acompanhado de um banquete de guloseimas num hotel luxuoso, um convite para tomar um chá é sempre bem-vindo.

Selecionamos algumas experiências em que o chá da tarde proporciona momentos únicos durante uma viagem, então escolha o seu estilo e embarque agora.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.

Os melhores chás da tarde no mundo

Chá da tarde clássico, The Ritz Londres

Melhor chá da tarde, The Ritz London
Um dos melhor chás da tarde em Londres, The Ritz London. Foto: divulgação

Encabeçando a lista, o chá tradicional na terra da rainha acontece todos os dias no Palm Court do The Ritz London, um salão refinado com pé direito alto, espelhos reluzentes e candelabros românticos.

Some-se a isso uma fonte de pedra adornada com estátuas douradas, um teto com intricado trabalho em treliça dourada e cobertura de vidro para entrar a luz do dia.

Viaje mais: O que fazer em Londres

Homens de terno e gravata e mulheres elegantemente vestidas conversam animadamente enquanto garçons alinhados atendem às mesas impecáveis servindo chás em impecáveis bules de prata e delicada porcelana chinesa.

Dentre as 18 opções de chá, fique entre o legendário Earl Grey ou o Darjeeling First Flush, o Champagne dos chás, proveniente dos Himalaias.

Na bandeja de três andares, sanduíches frios com destaque para o peito de frango com maionese de salsinha em pão de malte, scones acompanhados de creme e geleia de morango, doces e bolos.

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.
Melhores chás da tarde em Londres. Foto: divulgação
Clássico e refinado, o chá da tarde no The Ritz, London. Foto: divulgação

Tudo isso ao som do piano pelas mãos de Ian Gomes, filho de um renomado violinista. Não deixe de pedir as músicas “Puttin on the Ritz” e “A Nightingale Song in Berkeley Square”, seus favoritos. Um dos poucos lugares onde o chá da tarde é servido a cada duas horas, a partir de 11h30 da manhã.

(theritzlondon.com)

Chá da tarde com elegância,  Shangri-la Paris

melhores chás da tarde em Paris. Foto: Adriana Lage
Chá da tarde no Shangri-la Paris. Foto: Adriana Lage

Famoso pelas suítes com vista aos pés da Torre Eiffel, o Shangri-la Paris é um oásis da cultura asiática no coração da cidade luz.

No centro do hotel, o restaurante La Bauhinia serve o chá da tarde em um requintado salão de dois andares decorado com papel de parede verde-menta coberto de estampas florais contrastando com o vermelho-escuro dos sofás.

Um imenso lustre Baccarat e uma cúpula redonda de vidro projetada pelo renomado arquiteto Maurice Gras banham o recinto de luz. Ao som de um baby piano, hóspedes e visitantes ficam indecisos na hora de escolher o chá da marca Dilmah no extenso cardápio.

Piano para o chá da tarde no Shangri-la Paris. Foto: Adriana Lage
Piano para o chá da tarde no Shangri-la Paris. Foto: Adriana Lage

Eu experimentei o chá azul, uma novidade para mim, de sabor leve, em uma xícara de porcelana verde-clara compondo a decoração do ambiente. Enquanto os quitutes não chegam, nos divertimos saboreando chocolates recheados de mel produzidos por Jacques Genin.

Viaje mais: O que fazer em Paris

Comece pelos sanduíches tostados antes de se deliciar com o melhor da pâtisserie francesa: duas camadas de confeitos artesanalmente elaborados, como tortinha de morango, barquinho de chocolate e profiteroles recheados de creme.

O Shangri-la Paris está sempre inovando e lançou recentemente um menu 100% vegano que vale ser experimentado.

(shangri-la.com/paris)

Para amantes da moda, Museu de Bolsas e Malas, Amsterdã

melhores chás da tarde em Amsterdã. Foto: Adriana Lage
Delícias fashion. Foto: Adriana Lage

Para os fashionistas de plantão, no primeiro andar de um sobrado histórico do século XVII às margens do canal Herengracht em Amsterdã, o Museu de Bolsas e Malas oferece chá da tarde da moda.

Inspirado na coleção de mais de cinco mil bolsas e malas em exposição no museu, incluindo raridades, presentes de celebridades e relíquias de grandes marcas, os docinhos são apresentados em forma de sapatos e bolsas originais junto com uma seleção do melhor da pastelaria holandesa.

Viaje mais: O que fazer em Amsterdã, Holanda

A sensação é de volta ao passado, já que o salão cuidadosamente restaurado tem teto com pinturas originais do período de ouro holandês e móveis antigos.

Afresco original no teto do salão de chá do museu. Foto: Adriana Lage
Afresco original no teto do salão de chá do museu. Foto: Adriana Lage

Escolha o High Tea Classic, começando com aperitivos frios e sanduíches, seguidos de scones com Devonshire Clotted Cream em geleia e creme de limão e finalize devorando um sapato de salto de chocolate.

(tassenmuseum.nl)

Chá no melhor estilo tailandês, Mandarin Oriental Bangkok

melhores chás da tarde em Bangkok. Foto: Adriana Lage
Amei a louça redonda! Chique! Foto: Adriana Lage

Icônico, histórico, elegante, sofisticado, a lista de adjetivos para o Mandarin Oriental em Bangkok é interminável e as experiências vividas ali são memoráveis.

Mesmo que você não se hospede no hotel, o que é uma pena, reserve uma mesa no The Authors’ Lounge, o salão que homenageia escritores de todo o mundo que passaram por aqui e se inspiraram em sua atmosfera para escreverem suas histórias.

Salão principal onde é servido o chá da tarde do Mandarin Oriental Bangkok. Foto: Adriana Lage
Salão principal onde é servido o chá da tarde do Mandarin Oriental Bangkok. Foto: Adriana Lage

Nas paredes estão penduradas fotos de autores premiados e as obras onde o hotel aparece como cenário para as tramas, bem como de reis, rainhas, sheiks e princesas, hóspedes ilustres.

Passe uma tarde original provando delicadezas orientais exclusivas, em apresentação artística pela qual a culinária tailandesa é famosa.

Viaje mais: O que fazer na Tailândia

melhores chás da tarde em Bangkok. Foto: Adriana Lage
Louça refinada exclusiva para o Mandarin Oriental. Foto: Adriana Lage

Peça o chá batizado como Oriental, um chá preto perfumado com leve aroma de jasmim e laranja mandarim, mistura criada por Mariage Frères especialmente para o hotel de Bangkok, celebrando a elegância colonial atemporal do lugar.

Divirta-se como eu, identificando pelo paladar e pela apresentação cada uma das iguarias servidas em porcelana redonda refinada com a descrição do menu, tais como: sanduíche de caranguejo marinado no limão, capim cidreira e chilli; mini Thai curry puff; frango grelhado com pandan e rolinho primavera vietnamita.

Entre os doces, destaque para o Kanom Sai Sai, um pudim de coco enrolado em folha de banana e praliné de chá de orquídea real tailandesa.

O Mandarin Oriental Bangkok também oferece chás da tarde tradicionais, então para quem adora como eu, pode pedir um de cada e saborear os dois!

(mandarinoriental.com/bangkok)

Chá da tarde à francesa, Cappela Singapore

melhores chás da tarde em Cingapura. Foto: Adriana Lage
Salgados quentinhos no Capella Singapore. Foto: Adriana Lage

Aninhado no meio de floresta nativa na ilhota de Sentosa, Capella Singapore Resort & Spa é um dos hotéis mais exclusivos de Singapura.

O edifício principal construído em 1880s mantém a atmosfera colonial do passado, em contraste com a extensão moderna curvilínea da ala onde ficam as suítes.

Mais de 900 obras de arte de artistas internacionais enfeitam o hotel e duas vezes por semana ele oferece aos hóspedes um tour temático para conhecer parte do acervo.

Viaje mais: O que fazer em Singapura

Piscina inspirada nos terraços de arroz de Bali no Capella Singapore. Foto: Adriana Lage
Piscina inspirada nos terraços de arroz de Bali no Capella Singapore. Foto: Adriana Lage

Neste entorno singular, o Capella brinda os fregueses com um chá da tarde no intimista espaço Chef’s Table, que ostenta uma seleção de mais de 30 variedades de chás raros provenientes da China, Inglaterra, Índia e Japão, curados pela tradicional empresa The Gryphon Tea Company.

Junto com o chá, a garçonete coloca uma pequena ampulheta sobre a mesa e informa que em três minutos a bebida está no ponto ideal de ser tomada.

melhores chás da tarde em Cingapura. Foto: Adriana Lage
Chá com temporizador no Capella Singapore. Foto: Adriana Lage

As delícias são servidas à francesa como um menu degustação digno de estrela Michelin. Ainda me lembro do saboroso Custard Duck Liver with Fresh Black Truffle and Port Wine Sauce e do Mushroom Croque Sandwich with Cheese and Smoked Duck quentinho e crocante.

Encerre a tarde apreciando a mini torta Apricot Cardamom Chocolate Sacher e a Lemon Curd Tartlet with Castanea Paste.

Aos finais de semana, os chás da tarde acontecem no Cassia, restaurante chinês que também oferece um chá típico da cultura Peranakan com Dim Sum no menu.

(m.capellahotels.com/singapore)

Chá da tarde em um trem, Belmond Eastern & Oriental Express

Ambiente sofisticado e atemporal a bordo do Belmond Eastern & Oriental Express. Foto: Adriana Lage
Ambiente sofisticado e atemporal a bordo do Belmond Eastern & Oriental Express. Foto: Adriana Lage

Viajar a bordo do trem do Belmond Eastern & Oriental Express entre Bangkok e Singapura é uma experiência única e atemporal.

Durante três noites e três dias, o trem percorre o estreito sul da Tailândia, atravessa os campos da Malásia e aporta na pequena e frenética ilha de Singapura.

Entre os tours culturais, passamos o tempo imersos numa atmosfera sofisticada em que a gastronomia se destaca como o principal assunto entre os novos amigos que fazemos.

Assista ao vídeo completo sobre a jornada a bordo do trem Expresso do Oriente na Ásia.

melhores chás da tarde - Belmond Eastern & Oriental Express
Os chás da tarde privativos no Belmond Eastern & Oriental Express. Foto: Adriana Lage

Todo final de tarde, o amoroso e sorridente comissário bate à porta de sua cabine trazendo um mimo para nos sustentar até o jantar: um chá completo com pequenos quitutes feitos a bordo pelo chef executivo, o francês Yannis Martineau, especializado em pâtisserie.

Na privacidade de sua suíte, você se recosta no sofá e saboreia miniquiche de cogumelos, bolinho de banana e de chocolate e tortinha de frutas, enquanto vê a vida passar pela janela.

(belmond.com/eastern-and-oriental-express/)

Campos de arrozais na Malásia. Foto: Adriana Lage
Campos de arrozais na Malásia. Foto: Adriana Lage

Chá da tarde direto na fonte, The Resplendent, Sri Lanka

melhores chás da tarde no Sri Lanka
Os chás da tarde no Resplendent Ceylon têm vista para o jardim e as plantações Dilmah.

Aninhada no alto das colinas no centro sul do Sri Lanka, Nuwara Eliya é a região onde os ingleses construíram durante a colonização da ilha em meados dos anos 1800.

Conhecida como Pequena Londres pela arquitetura vitoriana, sua grande atração são as extensas plantações de chá, de onde saem as ervas mais cobiçadas ao redor do mundo, o chá do Ceilão.

A menos de duas horas dali, neste cenário está a Resplendent Ceylon, marca de lazer da empresa Dilmah, referência em chás e uma das mais antigas do país, estabelecida nos anos 1850, que oferece uma experiência original.

Aqui o chá é servido desde quando você acorda, com vista para o vale verdejante coberto por um tapete de neblina branquinho. Ao longo do dia, faça um passeio no meio dos arbustos que crescem em terraços desenhados geometricamente nas colinas.

Conheça as colhedoras de chá, mulheres da etnia tâmil imigrante do sul da Índia, com seus trajes típicos coloridos carregando pesadas cestas de chá nas costas penduradas na cabeça.

As colhedoras de chá colorem as plantações. Foto: Adriana Lage
As colhedoras de chá colorem as plantações. Foto: Adriana Lage

O guia que te acompanha dá uma aula completa sobre a história e a produção da bebida. Termine o passeio tomando um chá da marca acompanhado de um tradicional chá da tarde no gramado do seu bangalô com vista das colinas ao fundo.

(resplendentceylon.com)

Quais são os melhores chás da tarde que você já experimentou? Compartilhe aqui conosco!

Viaje aqui também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *