O que fazer em Viena

O que fazer em Viena: Roteiro de 3 dias completo!

Em dúvida sobre o que fazer em Viena? Cidade da música, cidade do amor, Viena tem vários codinomes. Polo de música erudita, muitas vezes é chamada Cidade dos Músicos. Ou então cidade natal de escritores e compositores como Johann Strauss, considerado o Rei da Valsa e responsável pela popularização da dança em Viena no século 19.

Em outra vertente, Viena também é local de nascimento do pai da psicanálise, Segmund Freud, e há vários endereços na cidade ainda em funcionamento que foram frequentados por ele.

A cidade é cortada pelo rio Danúbio, até hoje um dos maiores símbolos da cidade e de essencial importância para a economia vienense.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.

Rio Danúbio em Viena
O Danúbio é importante artéria no coração da cidade. Foto: shutterstock

A capital da Áustria abriga uma sede das Nações Unidas, a Agência Internacional de Energia Atômica e a sede da OPEP, Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Há muito o que fazer em Viena. Este roteiro eu fiz quando a visitei no fim de abril, com minha mãe e minha tia de 70 anos.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.

O que fazer em Viena: Roteiro de 3 dias

DIA 01

Manhã

09h – comece o dia experimentando um café tipicamente vienense acompanhado de pães artesanais e a icônica torta de chocolate com geleia de damasco original, a Torta Sacher, produzida pelo Café Sacher Wien (Philharmonikerstrasse 4, A-1010), desde 1832 e preferido da realeza na época.

A minha foto da torta ficou borrada, tamanha era minha fome!
A lendária torta de chocolate com geleia de damasco. Foto: Hotel Sacher

Quando acabar, dê uma espiada no lindo lobby do hotel homônimo ao lado. A título de curiosidade, os hóspedes ganham um pedaço da torta como mimo antes de dormir.

Lobby do Hotel Sacher, Viena
Hóspedes ganham um pedaço de torta toda noite na suíte! Foto: Hotel Sacher

10h30 – Mergulhe em mais de 200 anos de história passeando pela Altstadt, ou Cidade Velha, coração da antiga Viena. A região que compreende o distrito Innere Stadt ao redor da catedral gótica, a Stephansdom, está inscrita como patrimônio Unesco pela originalidade e desfile de estilos arquitetônicos, ruas medievais e elegantes calçadões para pedestres

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.

Catedral St Stephan em Viena
O que fazer em Viena? O burburinho acontece aqui. Foto: Adriana Lage

A Domkirche St. Stephan’s é a igreja mais grandiosa na Áustria. Construída no século 12, a basílica está coberta de tesouros como o altar em madeira Wiener Neustadt e a tumba do imperador Frederick III.

Catedral St Stephan em Viena
Exemplar máximo do período gótico em Viena. Foto: Adriana Lage

Dica: Tire fotos do reflexo da catedral nas janelas espelhadas da Haas House.

Almoço

Pegue o metrô até Burgring, atravesse o parque Burggarten, veja a praça que homenageia Mozart com a estátua do compositor olhando para uma chave musical em flores.

Siga para Pamenhaus (Burggarten 1, palmenhaus.at), na área do Burggarten Vienna Garden, um jardim imperial. O restaurante fica dentro de uma estufa toda envidraçada, com 15m de altura. O lugar é descolado e super bonito.

Tarde

14h – no caminho até o complexo do Hofburg Palace, palácio de inverno dos Habsburgs,

O que fazer em Viena: Hofburg Palace, Viena
O imenso palácio fica no coração da cidade. Foto: Adriana Lage

você passará pela Augustinekirche, paróquia dos Habsburgs do século 14, e a biblioteca nacional.

Augustine Church, Viena
O interior austero é silencioso e tem atmosfera de paz. Foto: Angela Manta
Biblioteca Nacinoal de Viena. Foto: Adriana Lage
O edifício de linhas clássicas fica junto ao complexo do Palácio Hofburg. Foto: Adriana Lage

Mais à frente está o imenso palácio, com 2.600 salas, mas apenas 20 estão abertas ao público, seis delas devotadas a Sissi. Não deixe de visitar os Kaiserappartments, que são os apartamentos imperiais; e o museu da imperatriz Sissi.

Museu Sissi, Viena. Foto: Adriana Lage
O museu conta a história da imperatriz e tem vários objetos pessoais. Foto: Adriana Lage

Mas a grande atração é a Schatzkammer, a sala que abriga o tesouro imperial. São mil anos de tesouros e todas as joias dos Hasbburgs, inclusive as coroas dos impérios romano e austríaco. A maior delas é a coroa imperial, de 962. A entrada fica escondida no piso térreo atrás das escadas para a Hofburgkapelle.

Museu das Joias Imperiais, Viena. Foto: Adriana Lage
Babando pelos mil anos de história das joias. Foto: Adriana Lage

16h – hora de provar outras guloseimas no café do Spanish Riding School, a escola tradicional de cavalos imperiais, bem ao lado do palácio.

Volte mais cedo ao hotel para descansar e aproveitar a noite.

Noite

20h – Assista a um concerto de música clássica, ópera ou musical, que podem vir acompanhadas de apresentações de danças como valsa e balé (stage shows). Confira a programação no site do turismo de Viena (wien.info/en).

Apresentação de música e dança clássica em Viena. Foto: Adriana Lage
Apresentação de música e dança clássica em Viena. Foto: Adriana Lage

Como não havia espetáculos de ópera ou concertos, optamos pelos shows mais intimistas, como este no Palffy Palace. Ouvimos música clássica, uma cantora lírica e assistimos a um casal dançando balé. Não é emocionante como uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Viena, mas vale pela atmosfera mais private.

21h30 – Para jantar, escolha o Donauturm (donauturm.at), restaurante rotatório com uma vista magnífica para a cidade, no alto da Danube Tower, junto ao rio.

Clique nos links abaixo para ler o segundo e o terceiro dia do roteiro em Viena.

Ir para o DIA 02  |  Ir para o DIA 03.

Você tem dicas sobre o que fazer em Viena? Me conte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *