Onde ficar em El Calafate: Eolo Patagônia, hotel boutique dos sonhos

21/05/17 | Adriana Lage | Hotéis

Se você procura onde ficar em El Calafate, na Patagônia Argentina, encontrou seu hotel agora.

Jamais me esquecerei do pôr-do-sol no Eolo Patagonia, um hotel boutique com apenas 17 suítes aninhado na estepe patagônia.

Sentada na poltrona que parecia me abraçar, vi pelas amplas janelas da charmosa biblioteca o sol sumir atrás das montanhas enquanto as nuvens brincavam, criando formações cilíndricas, chamadas nuvens lenticulares.

Tornou-se programa mandatório durante minha estada por ali.

Mas não foi só isso. Desde o momento do desembarque no aeroporto, assistia pela janela do carro do hotel as paisagens se descortinarem à minha frente.

Primeiro o Lago Argentino de um azul de doer os olhos, depois a pequena cidade arborizada de El Calafate e enfim as estepes douradas da Patagônia.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.

Eolo Patagonia, o melhor hotel onde ficar em El Calafate

Cinquenta minutos depois, alcançamos a porteira da propriedade, uma fazenda de 4 mil hectares onde os primeiros imigrantes europeus e crioulos se instalaram.

O espírito patagônico me pegou neste momento e me senti transportada a outro mundo. No meio do vale La Anita, vejo ao longe a construção rústica de tons pasteis se misturar à paisagem isolada, sensação de paz total. Chegamos.

A arquitetura do hotel lembra uma fazenda clássica, com paredes de zinco onduladas pintadas de bege e entremeadas com madeira, construída como um quadrado em volta de um pátio interno super bem cuidado. É para nos proteger do vento, diz a recepcionista, linda e atenciosa, trazendo chá com biscoitos.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.

Pátio interno do Eolo protege do vento gelado da Patagônia.

Olhei ao redor. A sala de estar ampla tem decoração em tons pastéis, mesclando o antigo com o contemporâneo. Mesas em madeira, sofás de couro e artesanato típico de cordas trazem um aconchego familiar ao ambiente. As janelas parecem molduras para um cenário fotográfico, mas é pura realidade. Hipnotiza.

É possível ficar horas ali, bebendo chá, lendo um bom livro ou simplesmente admirando a paisagem. Um telescópio estrategicamente posicionado convida a um olhar mais de perto.

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.

Assim que entramos no hotel, esta é a imagem que vemos.
Telescópio na sala de estar para enxergar mais longe
Detalhes indígenas na decoração
Detalhes: Xadrez local

As suítes são deliciosas e tão igualmente confortáveis, divididas em três categorias de 37 e 48m2, todas com móveis antigos, banheira, vista das estepes, do lago e das montanhas. As poltronas à janela são ímãs para pura contemplação e a cama macia, para o ócio. Não sabia aonde me jogar.

Suíte amplas com jeito de casa de fazenda.
Paz absurda da janela da minha suíte
Vista bucólica da janela do quarto

As amenidades completas incluem produtos L’Occitane, acomodadas em pratos de cerâmica com motivos indígenas que não passam despercebidos.

Amei o detalhe da cerâmica

Gastronomia impecável no Eolo Patagônia

O restaurante e bar trazem no menu receitas regionais e ingredientes locais em uma experiência gastronômica deliciosa e de primeira. Esqueça a dieta. A culinária surpreende.

As louças que lembram casa de vó, a apresentação dos pratos e seus sabores de cozinha refinada, a carta de vinhos, o ambiente aconchegante e a vista deslumbrante do Lago Argentino formam uma combinação perfeita para aguçar os cinco sentidos.

Ao mesmo tempo, o lugar carrega uma simplicidade que nos deixa muito à vontade.

Ambiente gostoso, os janelões têm vista para o Lago Argentino
Detalhes da louça que lembra casa de avó

Tivemos a sorte de estar hospedadas no dia em que serviram o icônico Asado no jantar, de comer rezando.

Tradicional cordeiro assando para o jantar!
O cordeiro macio e saboroso pronto para eu atacar.

O café da manhã é farto e tem opções do buffet com frutas e sucos frescos, queijos e embutidos, pães quentinhos e quitutes locais, além do cardápio de pratos quentes. O almoço também é servido aqui e as três refeições estão inclusas na diária.

Atividades e tours na Patagônia Argentina

Hóspedes com mais apetite esportista desfrutam de atividades especiais nos arredores do hotel, como trekking, mountain bike, cavalgadas e até observação de pássaros, acompanhados do famoso vento patagônico.

A paisagem da propriedade inspira passeios de mountain bike.
Cavalgar pelas estepes, um dos programas do Hotel
Águia nas imediações do Hotel Eolo

Eu preferi assistir de camarote ao céu mudar de cor pelos janelões das salas comuns, vendo as vacas malhadas e bezerros pastarem e ouvindo o sino que carregam no pescoço tocar.

Dá para escolher entre a biblioteca, a sala de estar, sala de TV ou o restaurante. Na dúvida, fique com os três e aproveite para se inspirar mais sobre a região vasculhando os livros disponíveis na biblioteca.

Livros a escolher na biblioteca do hotel
Sala da TV se você quiser…

Um dos passeios extras que o hotel oferece é o tour para o glaciar Perito Moreno, dentro do Parque Nacional dos Glaciars, principal atração da região, com direito a carro com ar condicionado, cesta de piquenique e um motorista e guia local super atencioso, como o Jorge.

Após o passeio, recomendo relaxar na piscina indoor aquecida após 15 minutos na sauna seca ou uma sessão de massagem. Garanto que renova a alma.

Tranquilidade absoluta na piscina indoor do Eolo Patagonia

Quando chegar a hora de ir embora, você vai perceber o quanto este lugar te deixará marcas e você desejará voltar em breve. É o espírito patagônico que entrou em você. Se você procura um hotel onde ficar em El Calafate que te proporcione experiências únicas, em contato com a natureza, num ambiente de tranquilidade e luxo na simplicidade, este é o seu lugar.

O Eolo Patagonia leva o selo de qualidade da rede de hotéis de luxo Relais & Chateaux (relaischateaux.com) e da Sul Hotels, uma curadoria de hotéis pequenos que valorizam o luxo na simplicidade em destinos menos conhecidos. Veja o portfólio completo em sulhotels.com.br.

Foi uma viagem inesquecível planejada com perfeição pela Roberta Leroy, da Leroy Viagens e eu super recomendo seu trabalho. Eu e Renata Araújo, do blog You Must Go, viajamos a convite de Roberta.

Onde ficar em El Calafate

Eolo Patagonia, hotel boutique dos sonhos

Quando ir

O Eolo Patagonia abre suas portas de outubro a maio e fecha durante a temporada de inverno (junho a setembro)

Localização

O hotel fica a 25 minutos do centro de El Calafate e a 50 minutos do aeroporto, localizado entre o Parque Nacional El Glaciares e a cidade.

Como chegar ao Eolo Patagonia

voos direto de Buenos Aires para El Calafate, com três horas de duração. O ideal é combinar uma viagem a El Calafate junto com Ushuaia (1 hora de voo) ou Bariloche (1 hora e meia de voo).

O hotel oferece transfer privado de/para o aeroporto e o serviço está incluído na diária.

Quem vem de Torres Del Paine, também é possível atravessar a fronteira por terra, cerca de cinco horas de viagem.

Quanto

Diárias a partir de USD 822, pensão completa.

Crianças

Não aceita crianças abaixo de 12 anos de idade.

Quem leva

A Leroy Viagens cria roteiros especializados para a Patagônia Argentina. Entre em contato:

Roberta Leroy – [email protected]

Fones: 31 3143.1473  |  31 99119.1473

Site: leroyviagens.com.br

Você tem dicas de onde ficar em El Calafate ou já se hospedou no Eolo? Conte para nós!

 

Aproveite e leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *