Peixe primavera no cardápio do restaurante Vorks & Mes, em Amsterdã

Top 3: melhores restaurantes em Amsterdã

Visitei restaurantes em Amsterdã que me mostraram muito da gastronomia holandesa. Há muito tempo, a culinária do país deixou de ser básica, carregada no carboidrato que garantia energia para o trabalho pesado de outrora.

Hoje a cultura gastronômica gira em torno de uma cozinha saudável, saborosa e sustentável. Seja para restaurantes ou para as residências, a preocupação é comprar produtos produzidos localmente e de acordo com a sazonalidade de cada ingrediente que vai para a panela.

O resultado sentimos no paladar: sabor e frescor de alimentos realçados pelas mãos habilidosas dos chefs de cozinha.

Restaurantes em Amsterdã

Rijks Restaurante

Inaugurado após a reforma na nova ala do museu, o RIJKS inspira-se na riqueza dos sabores exóticos que influenciaram a gastronomia holandesa ao longo dos séculos e oferece uma deliciosa opção aberta para almoço e jantar todos os dias.

Logo na recepção, uma parede de estante em madeira repleta de garrafas de cervejas estilizadas com obras de arte do museu e imagens tipicamente holandesas. Um detalhe do quadro mais famoso de Rembrandt e as tradicionais pinturas de porcelana contextualizam o ambiente e faz você lembrar que você está na nova ala do museu.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.

Entrada do restaurante Rijks em Amsterdã
Garrafinhas estilizadas lembram que você está dentro de um museu. Foto: Adriana Lage

O salão sofisticado, minimalista e cool criado por Paul Linse, renomado designer de interiores holandês, mistura materiais como bronze, carvalho, espelho, mármore e camurça em combinação com móveis e lustres estilosos. Gente bacana, bonita e elegante ocupa as mesas dispostas em um aconchegante lounge cujas amplas janelas banham o recinto com luz natural.

A filosofia do restaurante está totalmente ligada ao Rijksmuseum, que conta a história da Holanda e a influência cultural de países estrangeiros próximos ou distantes. Em cada temporada, um chef internacional será convidado para inspirar um novo menu sob a batuta do chef Joris Bijdendijk.

Você encontrará produtos orgânicos ou produzidos localmente, – uma prática muito comum entre os holandeses -, sempre sob a luz do Slow Food, que usa ingredientes locais “esquecidos” pela cozinha moderna.

Para beber, opções de vinhos holandeses e internacionais, drinks, coquetéis e, lógico, cervejas especiais produzidas localmente.

O restaurante tem entrada independente do Rijksmuseum, então não se preocupe em conhecê-lo apenas quando visitar o museu.

Visitei o RIJKS em dezembro de 2014, logo após a inauguração. Como entrada, ovas em cama de peixe não são minha preferência culinária, mas adorei a abóbora acompanhada de cogumelos e farofa de castanhas em apresentação colorida e agradável aos olhos.

A massa de queijos com couve-flor estava divina, e a carne servida como aperitivo quente, deliciosamente macia.

De sobremesa, bavaroise na taça e chá digestivo para encerrar. Uma experiência gastronômica holandesa revisitada com nuances de cultura internacional que merece estar incluída no roteiro de uma passagem pela capital holandesa.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.

Dos restaurantes em Amsterdã que visitei, este é o mais cult, rs.

Endereço: Museumstraat, 2

Onde: Na nova ala do Rijksmuseum, Amsterdã

Site: rijksrestaurant.nl/en

Pegar fotos da fachada e do interior

Vorks & Mes

Chef Jonathas Karpathios e Adriana Lage
O chef Jonathas Karpathios, pessoa linda! Foto: Adriana Lage

A uma hora de distância do centro de Amsterdã, o restaurante Vork & Mes propõe uma filosofia ousada: praticar e ensinar a responsabilidade em relação ao que cozinhamos e comemos. Pupilo do chef inglês Pierre Koffman, Jonathan Karpathios entrou para a lista dos top 10 chefs aos 26 anos. Mas tudo mudou após um grande acontecimento em sua vida: o nascimento de seu filho.

Desde então, o carismático chef grego cria menus de primeira com muita criatividade usando ingredientes orgânicos frescos que planta em seu enorme quintal nos arredores do restaurante. Jonathan conta essa história pessoalmente e você ainda pode sentir a emoção em sua voz e o brilho no olhar.

O lugar já encanta na chegada, te inserindo na natureza. O restaurante parece flutuar suavemente sobre o lago. Uma cascata cai sobre a entrada deixando o ambiente mais agradável. As amplas janelas abrem-se para o tranquilo lago e o exuberante bosque de Haarlemmermeerse bos.

O menu sazonal acompanha a colheita dos ingredientes cultivados em sua horta e estufa. Os produtos que Jonathan não cultiva, compra de fazendeiros orgânicos locais. Até a louça é produzida por um artesão local acometido pelo mal de Parkinson. Assim como na natureza nenhum ingrediente, planta, fruta ou legume é exatamente igual ao outro, a louça também é única. Incrível!

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.

Jonathan explica que “a natureza determina o menu que muda prato a prato, em um processo orgânico e criativo contínuo, que se inicia no momento da seleção de sementes. Trazemos a natureza para seu prato”. Você pode optar pelo menu a la carte ou mergulhar na experiência do menu surpresa com 3 ou 5 pratos. Garanto que não se arrependerá! Um dos restaurantes em Amsterdã com proposta mais original!

Onde: Haarlemmermeer, Amsterdã, Holanda

Site: vorkenmes.nl

Anna

Restaurantes em Amsterdã imperdíveis: ANNA. Foto: Adriana Lage
Estreito e comprido, o ANNA ocupa duas casas no Distrito da Luz Vermelha. Foto: Adriana Lage

Localizado no bairro mais antigo de Amsterdã, o ANNA fica em um edifício reformado, clean e despretensioso, que surpreende logo na entrada. O moderno restaurante sem janelas ocupa duas casas, projetado em um longo corredor que se estende da Oudekerksplein ao outro lado na Warmoesstraat. Caso opte por uma mesa na entrada, terá a vista da praça medieval onde fica a igreja antiga.

No menu, a culinária europeia tem influência internacional e serve pratos ambiciosos com criatividade e sabor. Além do serviço à la carte, oferece menu fixo com 4 ou 5 pratos.

Como entrada, o tubinho de gergelim branco e preto crocante recheado com tartare de atum servido com creme de queijo e wasabi e molho de soja surpreende pelas texturas.

O cordeiro assado com geleia de repolho vermelho, purê de batata e molho de xerex P.X. agrada pela maciez da carne e mistura de sabores.

Manjar dos deuses, o mil-folhas de chocolate meio amargo, recheado de mousse de café e avelãs, salpicado de avelãs caramelizadas, xarope de café e sorvete deixará você com vontade de quero mais.

As fotos não estão perfeitas, mas dá pra sentir o gostinho, não dá?

O restaurante abraçou o Projeto 2012 Amsterdã, para revitalizar o bairro De Wallen, mais conhecido como o Distrito da Luz Vermelha. Junto com galerias de arte, lojas de design e outros restaurantes, oferecem uma nova experiência aos visitantes.

Um dos restaurantes em Amsterdã para onde pretendo voltar!

Endereço: Warmoesstraat 111

Horário: segunda a sábado, de 18:00 às 24:00

Site: restaurantanna.nl

Quando estiver pela cidade, faça sua reserva em um desses restaurantes em Amsterdã. Experiência gastronômica holandesa top garantida!

Fotos: Adriana Lage

Agradecimentos IAMsterdam e KLM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.