The Andaman Spa com receitas caseiras

SPA com receitas caseiras: massagem ancestral na Malásia

05/05/17 | Adriana Lage | Experiência

SPA com receitas caseiras: massagem tradicional malaia no The Andaman, a Luxury Collection Resort, Langkawi

Uma das características que mais me atrai em hotéis é a possibilidade de vivenciar a cultura local. O The Andaman, a Luxury Collection Resort em Langkawi é um desses lugares, tanto que integra a seleta rede The Luxury Collection, uma coleção exclusiva de hotéis que oferecem “indigenous experiences”, ou seja, experiências nativas.

Em outro post contarei sobre meus dias lindos passados no The Andaman e todos os projetos e atividades disponíveis no resort. Mas eu preciso dedicar um artigo só para falar do SPA.

Conhecendo o SPA

Encarapitado na encosta da Baía de Datai, o SPA apresenta o “V Conceito Integrado de Bem Estar®”. Ele consiste da “Árvore da Vida”, símbolo em oferecer uma visão mais integrada e prática para a realização espiritual do indivíduo.

Ele se baseia nos quatro pilares da saúde: a compaixão (amor condicional) nutre o coração; o êxtase eleva o espírito; a harmonia expande a mente e o despertar nutre o corpo. Isso aliado à meditação, medicina preventiva, atividade física e tratamentos de SPA ajudam a promover a mudança do ser humano de fora para dentro.

Assim como as outras instalações do hotel, a casa tem janelas e varandas amplas, nos inserindo bem no meio da floresta tropical de um lado e do Mar de Andaman do outro. Os tratamentos são divididos por práticas e têm títulos inspiradores: Floresta Tropical Malaia, Rituais de SPA Eternos, Terapias Holísticas, Cerimônias de Banhos, para citar alguns da longa lista disponível no catálogo, todos com nomes malaios. Tratamentos para pés e mãos, faciais, cabelo, corpo, mente e consciência também estão presentes.

Enquanto preencho o rápido questionário holístico na recepção, para elas entenderem minhas expectativas, bebo chá de gengibre com capim-cidreira e cravo, ingredientes naturais detox e revigorantes. Dica legal de chá para fazer em casa, quente ou gelado (foto de capa).

Chá de gengibre com capim-cidreira e cravo, ingredientes naturais detox e revigorantes
Chá de gengibre com capim-cidreira e cravo, ingredientes naturais detox e revigorantes

Rituais terapêuticos especiais

Folheando o catálogo, descubro que desde 2010, o SPA vem recebendo prêmios internacionais. Os mais recentes são o 2016 World Luxury Spa Awards, 2015 World Travel Awards: Malaysia’s Leading Spa Resort e o 2015 Harper´s BAZAAR Malaysia SPA Awards: Best Wellness Retreat for Couples e Best Seaside Gateway for Two.

V Signature “Song of the Malay Rainforest

Me interesso pelo ritual assinatura do SPA de três horas de duração e nome inspirador: V Signature “Song of the Malay Rainforest” (música da floresta malaia).

A proposta é evocar os espíritos da floresta com este ritual que pretende nos transportar para uma jornada sensorial a fim de revitalizar o corpo, a alma e o espírito em um estado meditativo.

Começa com um escalda-pés de especiarias (Rendam-rendam), seguido pelo envelopamento regenerador do corpo (Barut Gamat Awet Muda), banho floral com limão (Mandi Bunga Mambang Sari), massagem malaia tradicional (Urut Melayu), glow facial Mahsuri’s (Rawatan Seri Mahsuri) e se encerra com um tônico da floresta. (RM 750).

The Andaman Langkawi, Spa com receitas caseiras
No SPA com receitas caseiras, os ingredientes são frescos e naturais

Chi Nei Tsang

A terapia holística vencedora do prêmio Harper´s Bazaar Spa Awards 2011 Best Healing Hands também entra para a minha wishlist.

Enraizada na tradição taoista antiga, esta terapia pretende curar o corpo por dentro removendo emoções não processadas. Elas se manifestam na forma de bloqueios energéticos, impedindo as funções vitais do corpo, e comprimindo o fluxo da força da vida, Chi.

Após a “Leitura do Umbigo”, a terapeuta trabalha nos nós e emaranhados de nosso abdômen. Estimulando o intestino, abolindo as toxinas, melhorando a digestão e o metabolismo e revitalizando o corpo inteiro. Tudo de bom, não é?

Recomenda-se fazer de 3 a 6 sessões para o melhor efeito, então deixei este de fora da lista dessa vez. (RM 200 para 30m e RM 340 para 60m)

E fiquei super mega curiosa para fazer a visita guiada à residência de uma curandeira indígena, disponível apenas para mulheres! Pena que só descobri isso no dia que fui embora. (RM300)

Para hoje, fiquei com dois tratamentos complementares: Urut Melayu (Massagem tradicional malaia) e Barut Gamat Awet Muda (Envelopamento regenerador do corpo com pepino do mar).

SPA com receitas caseiras

Naya traz nas mãos uma bandeja de madeira recheada de ervas e raízes para me explicar as misturas aplicadas no tratamento. Gengibre e galangal (parente do primeiro), folhas de capim-cidreira, talos de babosa, óleo de coco, pepino do mar, limão kaffir e arroz moído. Tudo natural, um SPA com receitas caseiras ancestrais!

Ela ressalta, com orgulho, serem todas receitas caseiras centenárias, passadas de geração a geração.

Wendy, minha terapeuta de hoje, chega e me acompanha pelo caminho de tijolos cercado de mata até o bangalô Harmony. Ela abre a porta, tira os sapatos e me convida para entrar. O mar se escancara à minha frente, verdinho verdinho, pela varanda aberta.

Para relaxar e me concentrar naquele momento, começo com um escalda-pés e leve esfoliação com sal marinho e limão kaffir apreciando a vista da baía. Ouço o barulho do mar, sinto a brisa fresca e a rotação do meu cérebro começa a diminuir.

Massagem Relaxante

Deito de barriga para baixo na maca, Wendy me cobre com uma toalha bege e inicia a massagem pelas costas usando capim-cidreira misturado ao óleo de coco, tentando tirar os nós adquiridos pela má-postura e mala pesada. Depois pernas, braços, tórax, barriga, coxa e pés. O capim-cidreira tem a propriedade de refrescar a pele e o corpo.

De repente percebo pássaros cantando e o farfalhar das folhas. Sensação de paz se apoderando de mim.

Sessenta minutos passam voando e Wendy agora usa uma pasta feita com arroz moído, capim-cidreira e limão kaffir, – lembre-se, tudo natural, para esfoliar meu corpo e remover todas as impurezas na pele.

Meia hora depois, ela me cobre com outra pasta, de cananga-do-japão (da mesma família do gengibre) e me envolve em toalhas para deixar os nutrientes penetrarem em minha pele.

A raiz é ótima para aquecer o corpo e tirar dores musculares, principalmente nas cosas, e diminuir inchaços.

Wendy aproveita para massagear meu rosto e jorrar em meu cabelo óleo de coco com aloe-vera (ou babosa) para completar o tratamento. Quinze minutos de puro deleite, como se me transportara ao paraíso celeste.

Ouço a água do chuveiro caindo e me dou conta que o ritual terminou. Wendy indica o banheiro a céu aberto para eu remover a pasta do corpo e o óleo do cabelo.

Nem preciso dizer que saí de lá como se andasse sobre plumas. Pele e cabelo ganham uma maciez impensáveis e a mente em paz.

Mimos pós-tratamento

Volto para a recepção e encontro a gerente com aquele olhar de satisfação. Vira no meu rosto que Wendy cumprira perfeitamente sua missão comigo.

Em outra bandeja, me traz uma bebida laranja-escura e descreve os ingredientes: açafrão fresco, pasta de tamarindo, mel e limão – o melhor antioxidante natural também usado para curar inflamações. Outra receita caseira, segredos ancestrais.

Poderia encerrar meu dia fazendo Yoga Sleep, Meditação Védica, Arte de Respirar ou Yoga para Terapia.

No entanto, o som das ondas e o sol descendo no horizonte me convidaram para assistir ao espetáculo do poente. Me jogo, de camarote, em uma das espreguiçadeiras azuis claras da cor do mar.

The Andaman Langkawi, Spa com receitas caseiras
Chá de açafrão fresco, pasta de tamarindo, mel e limão, um spa com receitas caseiras até nas bebidas.

 Ocean & Sky Cabana Massage

O SPA oferece a opção de fazer a massagem em uma cabana privativa pé na areia.

V Integrated Wellness, The Andaman, a Luxury Collection, Langkawi

O quê: SPA com receitas caseiras

Onde: Langkawi, noroeste da Malásia

Aproveite e leia também:

21 motivos para ir à Malásia além de Kuala Lumpur

Hotel boutique em Langkawi, na Malásia: uma casa toda para você

Quanto tempo antes do voo devo estar no aeroporto?

Viajar sozinha pelo mundo é seguro? Dicas, onde ir, como agir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *