Como tirar o visto para a Indonésia, Foto: Adriana Lage

Visto para Indonésia: como tirar, documentos, taxas

11/08/17 | Adriana Lage | Opinião

Tudo o que você precisa saber para tirar o visto para Indonésia.

Começo esclarecendo que Bali é uma das 17 mil ilhas que compõem o arquipélago da Indonésia. Java, Sumatra e Bornéu são outras ilhas importantes e mais conhecidas dentro da cadeia turística. Então se o seu destino é Bali, este post também é para você.

A emissão de vistos para Indonésia tornou-se mais simples desde 2015, quando o governo adotou medidas para aumentar o fluxo de visitantes no país. No entanto, tirar visto para Indonésia ainda gera bastante confusão.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube e inspire-se em nossos vídeos de viagem.
Por do sol na praia de Seminyak, Bali, Indonésia.. Foto: Adriana Lage
Por do sol na praia de Seminyak, Bali, Indonésia.

Como tirar o visto para Indonésia e Bali

Indonésia precisa de visto?

Sim, precisa de visto para a Indonésia. Neste post vou falar especificamente sobre o visto de turismo para Indonésia, emitido diretamente no aeroporto de desembarque no país.

A primeira pergunta a se fazer é: Quantos dias você pretende passar na Indonésia, menos de 30 ou mais de 30 dias? Esta informação definirá o tipo de visto para o qual você aplicará.

Outra opção é sair do Brasil com o visto emitido pela Embaixada da Indonésia no Brasil. Discorro sobre ele mais abaixo neste post.

Planeje sua viagem pegando no Pinterest todas as minhas dicas divididas por país ou temas. Acesse este link e me siga para não perder as novidades.
Arquitetura tradicional no parque Indonésia Miniatura, em Jacarta. Foto: Adriana Lage
Arquitetura tradicional no parque Taman Mini Indonésia, em Jacarta. Foto: Adriana Lage

Visto para Indonésia de 30 dias: Visit Visa Exemption

Este é o visto mais comum emitido para os turistas que chegam à Indonésia. Ele não permite extensão ou alteração de tipo de visto para outra modalidade.

Se você pretende passar no máximo 30 dias no país, não é necessário emitir visto antecipadamente. Ao chegar no aeroporto, siga as placas de “Immigration” e vá direto aos guichês da Imigração. Eles chamam esta modalidade de Visit Visa Exemption (isenção de visto de visita).

O oficial irá carimbar seu passaporte com data de saída em 30 dias após sua chegada. Ele poderá pedir para ver a sua passagem de saída da Indonésia, mas não é regra geral. Se você não discutiu com o oficial, não está portando drogas nem está alcoolizado, pronto! Você já pode entrar na Indonésia.

Não há custos para turistas que optarem por esse tipo de visto. Sim, ele é gratuito. Desde 2015 o governo indonésio isentou a taxa de emissão de visto para 169 países e o Brasil faz parte dessa lista.

Siga @adri.lage no Instagram e acompanhe em tempo real sua viagem de volta ao mundo.
Mural em baixo relevo no Hotel Indonesi Kempinski, Jacarta
Mural em baixo relevo no Hotel Indonesia Kempinski, Jacarta

Atenção!

Reforço que este visto não lhe permitirá solicitar a extensão de 30 dias, caso você se apaixone pelo país e resolva ficar mais 30 dias. Para resolver esta situação, é comum turistas comprarem uma passagem para Kuala Lumpur ou Singapura. Eles saem por uma semana e voltam para mais um período de 30 dias com Visit Visa Exemption.

As passagens aéreas são bem baratas e isso torna-se um grande atrativo para conhecer outro destino no meio de sua viagem. Pesquise preços na empresa área low-cost Air Asia. Os valores dos bilhetes são tentadores.

Existe outra opção para permanecer no país 60 dias. Veja como fazer a extensão de visto para Indonésia sem precisar sair de lá em outro post.

Viaje mais: Lugares para tirar fotos de Instagram na Ásia

Cabeceira de cama entalhada na Indonésia.. Hotel Tugu Malang. Foto: Adriana Lage
Cabeceira de cama entalhada na Indonésia. Hotel Tugu Malang. Foto: Adriana Lage

Solicitar o visto pela Embaixada da Indonésia no Brasil antes da viagem

Se você preferir, pode sair do Brasil já com o visto, mas não é necessário, e terá custos. O visto de turismo tem validade de 60 dias e deve ser aplicado junto à Embaixada da Indonésia no Brasil. Você deve juntar todos os documentos e enviá-los pelo correio para Brasília.

Utilize o serviço de uma empresa especializada para tirar o visto para você. Recomendo a GlobalVisa, parceira do blog A Camminare. Leitores do blog têm 10% de desconto na contratação do serviço. Clique aqui para fazer um orçamento.

Para vistos de negócios, visto social e outros acesse o site da Embaixada da Indonésia no Brasil ou peça um orçamento para a GlobalVisa.

Viaje mais: 9 meses de viagem pelo sudeste asiático: o que eu aprendi

Yogyakarta, melhores lugares para fotos de Instagram. Foto: Adriana Lage
Yogyakarta, melhores lugares para fotos de Instagram. Foto: Adriana Lage

Ofertas especiais de hotéis em Yogyakarta

Aproveite estas ofertas em Yogyakarta. Reserve acima de R$ 1.000,00 através do link abaixo e ganhe 1h de consultoria de viagem ao vivo grátis com Adriana Lage para tirar todas as suas dúvidas de viagem.

Booking.com

Documentos necessários para tirar seu visto para Indonésia

Seu passaporte precisa ter no mínimo seis meses de validade. Confira a data de expiração do passaporte e se a data for inferior a 6 meses, providencie novo documento junto à Polícia Federal.

Assegure-se que você tem uma folha em branco no seu passaporte para carimbarem o visto.

Tenha em mãos a passagem de saída da Indonésia dentro do prazo de 30 dias para mostrar ao oficial de imigração, caso ele pergunte.

Às vezes o atendente no check-in do aeroporto onde você embarcará pede a passagem de retorno, mas não é regra geral. Ele pode impedir o seu embarque se você não tiver o comprovante que deixará a Indonésia em 30 dias em mãos.

Arquitetura multicultural nas 34 províncias da Indonésia. Foto: Adriana Lage
Arquitetura multicultural nas 34 províncias da Indonésia. Foto: Adriana Lage

Informações essenciais sobre procedimentos imigratórios

Quantos oficiais simpáticos você já encontrou em imigração? É inerente da profissão a aparência sisuda e carrancuda, faz parte do treinamento deles. Esta é uma maneira deles observarem a reação dos passageiros que estão chegando. Se suspeitarem de algo, o indivíduo vai para a salinha.

Dito isso, jamais discuta com um oficial de imigração. As chances dele invocar com você são grandes e ele tem autoridade suficiente para negar sua entrada, te prender, deportar e banir do país, como aconteceu recentemente com uma brasileira. Sem ressentimento. Isso é bem comum acontecer.

Viaje mais: Dicas de viagem para Myanmar: Mandalay, Bagan e Yangon

Visto para Indonésia - Rúpias indonésias. Foto: Adriana Lage
Moeda da Indonésia: Cédulas de Rúpias entre 2.000 a 100.000. Foto: Adriana Lage

Detalhes importantes sobre seu visto para Indonésia

Preste atenção na data de expiração de seu visto para Indonésia impresso no carimbo em seu passaporte. 30 dias não são equivalentes a um mês e lembre-se que alguns têm 31 dias. O dia da entrada conta como Dia 01 e o último dia também conta.

Certifique-se que a data de seu voo de saída da Indonésia está dentro dos 30 dias. Viajar à meia-noite e meia do 31º dia já é considerado um novo dia e você terá que pagar multa.

Favela colorida em Malang, inspirada em Santa Marta no Rio. Foto: Adriana Lage
Favela colorida em Malang, inspirada em Santa Marta no Rio. Foto: Adriana Lage

O que fazer se o visto da Indonésia expirou

Você se enganou ou teve algum imprevisto para sair da Indonésia dentro dos 30 dias, e agora? Conforte-se sabendo que não terá sido o primeiro.

Na hora em que passar pela imigração na saída, pagará ao oficial uma multa de 350 mil rúpias indonésias… por dia expirado. Seja cortês e conte o que o levou a estender seus dias. Pode ter se confundido com a data ou perdido o voo. Geralmente eles não vão implicar contigo, desde que esse prazo não passe de dois ou três dias.

Viaje mais: Outono no Japão: melhor época para visitar o país

Mirante em Yogyakarta, melhores lugares para fotos de Instagram. Foto: Adriana Lage
Mirante em Yogyakarta, melhores lugares para fotos de Instagram. Foto: Adriana Lage

Se houver algum problema mais sério, como doença, erupção de vulcão, terremoto, etc., e sua estada na Indonésia superar esses três dias “extras” também não haverá problemas. Porém, é essencial você guardar documentos comprovando o ocorrido.

As informações fornecidas neste post são vigentes na data de agosto de 2017. Para saber se existem mudanças, confira o site do Ministério do Turismo.

Tem dúvidas sobre o visto para Indonésia? Escreva sua pergunta abaixo nos comentários.

Amanhecer no templo de Borobudur, Yogyakara. Foto: Adriana Lage
Amanhecer no templo de Borobudur, Yogyakara. Foto: Adriana Lage
Viaje aqui também:
Dançarina balinesa entalhada na madeira no Hotel Indonesia Kempinski, Jacarta. Foto: Adriana Lage
Dançarina balinesa entalhada na madeira no Hotel Indonesia Kempinski, Jacarta. Foto: Adriana Lage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *