Templos de Abu Simbel, viagem ao Egito. Foto: Adriana Lage

Templos de Abu Simbel, viagem imperdível ao Egito

Construídos a mando do maior faraó egípcio e um dos maiores reinantes da história da humanidade, os templos de Abu Simbel desafiam o tempo. O Grande Templo de Ramsés II, em Abu Simbel, no Egito, é dedicado aos deuses Ra, Amun e Ptah e, bem previsível, ao endeusamento do próprio faraó.

Mas ele pode. Imagino o que diria se descobrisse que seu templo resistiu aos milênios e mantém-se soberbamente em pé. Provavelmente “eu sabia”, com sua altivez iluminada.

Estátuas colossais de Ramsés II em Abu Simbel recepcionam os forasteiros. Foto: Adriana Lage
Estátuas colossais de Ramsés II em Abu Simbel recepcionam os forasteiros. A rainha Nefertari está abaixo à esquerda e seus filhos entre as pernas do faraó. Foto: Adriana Lage

Templos de Abu Simbel, viagem ao Egito de Ramsés

Voltado para o Rio Nilo, perto da fronteira com a Núbia (atual Sudão), Ramsés II, usando as duas coroas do Alto e Baixo Egito, queria mostrar a força de seu poder a quem entrasse em suas terras vindos do sul.

Suas quatro sentinelas gigantes cuidam das fronteiras como quem dá um recado a quem chega: essa terra tem dono e ele é poderoso.

Rio Nilo ao fundo em Abu Simbel, Egito.
Rio Nilo ao fundo, adivinha o que tem no fim da curva? Eu e minha best friend forever de viagem Karlinha.
Primeira visão do templo de Abu Simbel. Foto: Adriana Lage
Momento emoção: primeira visão do templo de Abu Simbel. Foto: Adriana Lage

Meu coração palpitava de tanta felicidade por estar vendo toda aquela grandeza com meus próprios olhos. Ramsés II foi o maior faraó do Egito, reinou por 60 anos e morreu velhinho aos 90. Sua múmia repousa no Museu do Cairo e você pode visitá-lo.

Me considero sua amiga íntima desde que li os 5 volumes do romance histórico em que Christian Jacq narra a sua vida. O dia em que li a última linha da série, suspirei e pensei “o que será da minha vida agora sem Ramsés”, tão profundo foi o efeito da leitura em mim. Recomendo a bibliografia antes de iniciar sua viagem ao Egito.

Adriana Lage em Abu Simbel, Egito.
A pessoa mais feliz do mundo inteiro!

Na verdade Abu Simbel é o lugar onde estão os dois templos chamados Templo de Ramses II e Templo de Hathor.

Além de impor respeito aos viajantes, o Templo de Ramsés II comemora sua vitória na famosa Batalha de Kadesh. Nas paredes externas e internas estão entalhadas cenas da batalha e da vitória do faraó. A profundidade dos entalhes e a riqueza de detalhes é im-pres-sio-nan-te.

Cenas de prisioneiros da Batalha de Kadesh em Abu Simbel, Egito.
Cenas de prisioneiros da Batalha de Kadesh em Abu Simbel. Amarrados e ajoelhados, reverenciam o grande faraó do Egito. Note a profundidade dos entalhes.
Entalhes e detalhes nas paredes dos templos de Abu Simbel, Egito.
Entalhes e detalhes nas paredes dos templos de Abu Simbel, O da esquerda contém o nome do faraó Ramsés II protegido num cartucho (retângulo ovalado). A bola representa o sol, o Deus Sol e, consequentemente, o faraó.

Templo de Hathor, a versão egípcia do Taj Mahal

Ao lado, Ramsés construiu o Templo de Hathor, dedicado à sua amada rainha Nefertari, Ele é uma pequena versão do templo de Ramsés II. Na frente estão seis estátuas massivas, cada uma com 10m de altura.

Quatro delas representam Ramsés, as outras duas, sua esposa Nefertari, fato incomum por ser apresentada em igual altura ao seu marido (em vez de estar na altura de seus joelhos, como a maioria das consortes são mostradas). À volta do casal real, estátuas menores são seus filhos, príncipes e princesas.

Faraó Ramsés II e a Rainha Nefertari em Abu Simbel. Foto: Adriana Lage
Em rara aparição na mesma altura, o faraó Ramsés II e a rainha Nefertari em Abu Simbel. Foto: Adriana Lage

No interior do templo, seis pilares do hall estão coroados com Hathor e as paredes são adornadas com belos afrescos. Eles retratam Nefertari diante das deusas poderosas Hathor e Mut.

A rainha homenageia seu marido e, Ramsés II sempre valoroso e vitorioso. Sinto toda a majestade do lugar e visualizo cenas do cotidiano intenso e colorido da época.

No vestíbulo e nas câmaras ao lado há cenas coloridas pintadas da deusa e sua barca sagrada. No santuário, uma estátua de Hathor como uma vaca sagrada parece emergir da rocha. Como são vívidas ainda!

Salvando os Templos de Abu Simbel da inundação

Os templos estão inscritos como Patrimônio Mundial da Unesco e, em 1968 a entidade mobilizou diversos países em esforços para realocar o complexo em virtude da construção da represa em Assuã.

Assim, evitaram que essas obras monumentais fossem inundadas, como aconteceu com outras, infelizmente. Ele foi todo cortado em blocos e transferido até uma parte mais alta do rio. Tente encontrar as marcas dos recortes… eu não achei.

No youtube, um vídeo da Monster Moves conta como foi o processo (em inglês).

O Templo de Abu Simbel era um dos meus grandes sonhos da vida de viagem e eu recomendo bastante a visita.

Adriana Lage em Abu Simbel, Egito
Eu tenho a chave do templo, da imortalidade e da divindade!

Como ir aos Templos de Abu Simbel no Egito

A melhor maneira de chegar até Abu Simbel é de avião pela Egypt Air, via Luxor ou Assuã. Depois, táxis esperam os visitantes no aeroporto para levá-los até o templo. Pegue o primeiro voo para chegar cedo ao local e evitar as hordas de turistas. Uma manhã é suficiente para você explorar as duas maravilhas, pegar o avião à tarde e jantar de volta no hotel.

No muro do aeroporto em Abu Simbel, réplicas das pinturas encontradas nos templos.
No muro do aeroporto, réplicas das pinturas encontradas nos templos.

Dica de segurança sobre os Templos de Abu Simbel

Não se recomenda ir de carro a Abu Simbel em virtude da presença de grupos extremistas e milícias no caminho. De avião, você desembarca no aeroporto que fica bem próximo aos templos.

Sugiro entrar no site do governo britânico que traz notícias atualizadas sobre as condições de segurança em vários países do mundo.

Clique na foto e salve este post na sua pasta do Pinterest!

Melhores destinos no Egito: templos de Abu Simbel.
Melhores destinos no Egito: templos de Abu Simbel.

Templo de Ramsés II e Templo de Hathor

O quê: atrações no Egito

Onde: Abul Simbel

Quando ir: no inverno (dez-mar), a temperatura é mais amena.

Acompanhe de perto o A Camminare

É só clicar no ícone.

Clique para seguir o Instagram @adri.lage Clique para seguir o Pinterest A Camminare Clique para seguir o Facebook A Camminare Clique para seguir o Youtube A Camminare
Viaje aqui também:

Casos de viagem: Visitando as pirâmides do Egito antigo

Sidi Bou Said, Tunísia: a cidade azul e branca no Mediterrâneo

É seguro viajar para a Europa com os ataques terroristas?

2 comentários sobre “Templos de Abu Simbel, viagem imperdível ao Egito

  1. Deve ser muito interessante visitar depois de ter lido os livros, pois isso muda totalmente a sua relação com o local!

    1. Exato! Em cada lugar e templo por onde passava me lembrava das histórias!
      Enriquece a experiência durante a viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.